Sobre o período de recuperação…

Olá, pessoal!!!

Hoje, vim contar o que tem acontecido desde a cirurgia dos joelhos. Primeiro, quero agradecer tantas mensagens afetuosas, vocês são muito especiais para mim e me dão uma força incrível!!!

obrigada

Bom, sei que gostariam de saber sobre a cirurgia e recuperção e é isso que vim contar aqui hoje. No dia da cirurgia e véspera tive uma infecção viral, acabei desidratando, já era previsto que necessitaria de uma punção venosa central mas o que não sabia era que meus acessos venosos centrais estão também muito ruins. A punção foi realizada por um médico que tive o prazer de trabalhar, que punciona muito bem e foi realizada com USG mas devido a não progressão do guia, teve que ser realizada 6 vezes em locais diferentes( é um metal flexível que passamos por uma agulha calibrosa para guiar a entrada do cateter, para que o cateter consiga fazer o trajeto correto). No entanto, quando há uma obstrução por exemplo, comum em pacientes polipuncionados como eu que já tive fui submetida mais de 10 vezes a esse tipo de procedimento, o procedimento se torna muito difícil. Você deve pensar, ok mas ela estava anestesiada, estava acordada como sempre gostei de entrar em todas as 7 últimas cirurgias que me submeti. Não gosto particurlamente de pré anestésico pois prefiro estar acordada para antes de me anestesiarem poder fazer uma oração. Gosto também de cumprimentar toda a equipe, enfim me sinto melhor assim. Demorei um pouco mais que o esperado para sair do hospital, mas a cirurgia foi um sucesso. Depois de três dias já podia levantar de muletas e sentar na cadeira de rodas. Minha recuperação vinha sendo maravilhosa. Comecei a fisioterapia e estava avançando rápido.

Infelizmente, tive obstáculos grande no meio dessa “caminhada”. Como de rotina, há aproximadamente um mês realizei os exames e foi constatado que minha adrenal apesar de voltar a “trabalhar” ainda não produz cortisol adequadamente. Ok, mas no que isso implica? Quando entro em estresse metabólico como exemplo infecções, caso não aumente as dose tenho consequências grandes e muitas vezes graves. Tive infecções recorrentes e isso ainda são obstáculos grandes, pois desregulam meu corpo. Fiquei sumida pois passei um tempo em insufiência adrenal relativa devido as infecções e até ajustar tudo foi um pouco chato.Tive um emagrecimento grande com perda de massa muscular, já estava novamente de muletas quando pela fraqueza extrema, voltei a cadeira de rodas. Mas não desisti, perseverei na fisioterapia e já estou conseguindo andar de muletas novamente (e até sem, mas o osso ainda não cicatrizou como mostrou a tomografia que fiz ontem, então ando de muletas por obediência ao Dr.José Sergio Franco).

O que importa, minha fé em Deus permanece inabalável, e creio que ele é o grande possibilitador de passar por tudo isso, sem depressões ou grandes abalos psicológicos. Tenho muitas novidades incríveis que contarei ainda essa semana. Dia 20/07 tenho nova consulta e acho que vou ser liberada para algumas coisas, como exercícios para aumentar força muscular. Estou confiante e feliz!!!

Vem grandes novidades para vocês, leitores queridos. O apoio de vocês é fundamental e por isso queria pedir para se inscreverem no meu canal do YouTube e se querem ver eu crescendo e passar meu estilo de vida e dicas de beleza e moda. https://www.youtube.com/c/CatarinaAragon .

Até breve,

C.

6 pensamentos sobre “Sobre o período de recuperação…

  1. Olá,
    Estou sempre acompanhando cada vitória e cada obstáculo enfrentado por você! Me identifico muito com suas publicações, pois também faço uso de corticoide, devido a PTI, e confesso que muitas vezes a depressão tenta bater na porta, justamente pelos
    Efeitos colaterais… Mas vejo que Deus é e está acima de tudo mesmo!! Parabéns pelo seu blog e por ser uma força incentivadora a todos que precisam!!!!
    Fé sempre!!!
    Beijos

    Curtir

  2. Olá Catarina! Achei o seu instagram por acaso e comecei a acompanhar sua trajetória há umas semanas… Olha, eu tenho uma malformação congênita no aqueduto cerebral e ano passado fui internada no cti do copa d’or com hipertensao intracraniana e sofro constantemente com cefaleias horrorosas. Conto isso pra te dizer que eu entendo todos os questionamentos que você faz e todas as angústias nos momentos em que os planos não saem do jeito que a gente espera, mas tenho certeza que isso tudo vai passar e você terá uma brilhante carreira como médica. Tô torcendo aqui por você! 😄 Beijao, Lari

    Curtir

Obrigada por participar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s