Um anjo em minha vida

Olá pessoal,

IMG_4772

Hoje queria fazer um agradecimento especial alguém a quem devo muito mais que o meu obrigada, respeito ou admiração. Qualquer palavra ou sentimento não expressaria tudo que Dra.Mônica Manela Azulay tem feito por mim. Aspirava ser dermatologista, mas por um tempo, mudei radicalmente minha escolha. Tinha um problema em particular, tinha o desejo de viver para curar e ser enviada de Deus pra devolver a vida aos meus pacientes, e achei que com a dermatologia não conseguiria isso.Como mudei de idéia…

Não foram poucos os enviados de Deus para me devolver a vida, falo de todos os anjos, como vocês meus leitores que sempre me apoiaram até hoje, médicos que cuidaram de mim. Sim, devolver a vida teve uma ressignificação, aprendi formas diferentes de devolver a vida a alguém . E foi com minha dermatologista, antes professora querida, hoje grande amiga, que me ajudou a enfrentar e vencer as cicatrizes da guerra, que vi como a dermatologia pode sim dar vida a pessoas com questões clínicas importantes. Não me vejam mal, esse era o ponto de vista de uma menina que sabia pouco sobre o real significado de VIDA.Essas cicatrizes da guerra,como chamo, são efeitos colaterais na pele de medicações que usei e ainda uso. Eram grandes marcas que conviviam comigo diariamente e me lembravam o que aconteceu, o tamanho da luta e também o tamanho da vitória. Mas, era algo que me incomodava muito. Afinal, era mais um aspecto da vida que esse turbulento momento me trouxe.

Eu e ela, no congressoem que presidiu o congresso

Eu e ela, no congressoem que presidiu o congresso

 

Quando cheguei no consultório da Dra.Mônica Azulay, eu usava altíssimas doses de corticóide. Sendo assim, dependia de mais do que alguém que soubesse do conteúdo estético. Eu encontrei  nela acolhimento e cuidado, além de muita segurança pois ela é uma dermatologista completa, nação se detém a pele mas domina o contexto clínico de cada paciente, ela é capaz de conciliar questões clínicas, dermatológicos, incluindo tratamento estético. Isso tem feito do meu tratamento um sucesso. Ela só realizou aquilo que era seguro na minha situação, me garantindo efeitos maravilhosos sem efeitos colaterais, como paniculites, por exemplo.

Hoje, visualizo que apesar de muitos médicos me dizerem que muitas coisas seriam irreversíveis nessas questões dermatológicas, ela sempre me garantiu certeza da vitória. Dizia: – Quanto a parte dermatológica, confie em mim!

A doce professora Mônica foi uma verdadeira enviada de Deus, um anjo. Estou cada dia melhor, As marcas cada vez menos aparentes, eu cada dia mais feliz e confiante.

Tenho professores de dermatologia muito queridos, como o marido dela Dr.Davi Azulay e como doutora Kátia Gomes que sempre incentivou e investiu em mim. Realizei cinco anos de projeto de iniciação científica extensão na faculdade com ela, sobre hanseníase na área de dermatologia e atenção primária. Serei eternamente grata aos ensinamentos, carinho e anos de convivência. Uma grande inspiração pra mim, a primeira. Fui Presidente da Liga de Dermatologia da UFRJ.

No entanto, foi minha experiência como paciente que me fez decidir fazer dermatologia. Meus olhos brilham quando penso que poderei fazer o que a Dra.Mônica fez por mim,devolver auto-estima,saúde e, portanto, vida aos meus pacientes.

Professora Mônica Manela Azulay,  essa é uma homenagem a você! Sempre linda, doce, atenciosa, educada, uma mulher e profissional de se admirar. Além de ser professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro,universidade em que me graduei, também é professora da Universidade Souza Marques e da pós-graduação em dermatologia na Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Uma médica excepcional, uma mãe e esposa admiráveis, um ser humano fantástico. Como pode uma mesma mulher ser boa em tudo o que faz? Ela prova que isso é possível.

Professora Mônica Azulay presidindo a mesa do congresso

Professora Mônica Azulay presidindo a mesa do congresso

Pretendo terminar clínica médica e logo cursar dermatologia, apesar de ter pensado em fazer isso antes, devo a ela repensar e voltar a essa escolha.

Quando cheguei em seu consultório para ela eu era apenas a ex-aluna Catarina que sabidamente passava por uma situação difícil. Acho que ela nunca imaginou que tinha Blog, mas escrever sobre ela é uma forma de reconhecer e tornar público toda minha gratidão e admiração.

Professora, grande beijo E obrigado por tudo!!!

Não deixem de acessar meu novo vídeo, https://youtu.be/KNQXNKvEKMY .

Beijos,

C.

Obrigada por participar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s